Leis

Consequências de furtos em supermercados

Os furtos de produtos em supermercados são mais corriqueiros do que pensamos, sobretudo pela ausência de uma vigilância mais efetiva nos estabelecimentos. Mesmo que consideradas de pequeno porte, essas ações rendem um grande prejuízo para o comércio varejista, sendo até um crime muito comum.


Frequentemente é possível acompanhar casos nos jornais e na TV de pessoas que foram presas por subtrair algum item das prateleiras. No entanto, pouco se sabe sobre as consequências de furtos ocorridos em supermercados e o que pode acontecer depois da confirmação do ato.


O que acontece com a pessoa que furta produtos em supermercados

Furtar ou roubar produtos é um crime como qualquer outro, posto que diante da lei, não há crime pequeno e nem grande, e sim penas altas ou baixas devido a sua gravidade. O furto se enquadra no artigo 155 do Código Penal, e prevê pena de 1 a 4 anos, além do pagamento de multa.

Caso alguém seja flagrado roubando em supermercados, é possível que o responsável pelo comércio peça apenas para que a pessoa devolva o produto e saia em liberdade. No entanto, na maior parte dos casos, o proprietário do supermercado presta uma queixa e faz o Boletim de Ocorrência. Dessa forma, o meliante é levado para a delegacia e fica detido.

As digitais são colhidas e uma fiança pode ser paga. No entanto, uma ficha criminal é aberta para relatar o crime, e isso pode ser uma dificuldade para o resto da vida.

Por mais que a pessoa que cometeu o furto possa ter aprendido a sua lição, esse ato pode se tornar uma constante perseguição, sobretudo no momento de buscar novos empregos.

Problemas de confiança são gerados àqueles que possuem uma ficha criminal, e ela pode consultada em diversas situações. O registro na ficha é permanente, e pode comprometer a idoneidade do cidadão.

Alguns dizem que “colhe o que se planta”, então, quem tem o hábito de roubar em supermercado, deve largar essa prática imediatamente antes que maiores consequências aconteçam.


Quais são as formas mais comuns de furtos em supermercado

A prática mais comum de furto em supermercados é quando o produto é escondido de alguma forma, seja dentro de bolsas, mochilas ou até mesmo por baixo da roupa. Em 2017, houve um caso na Bahia em que uma mulher chegou a esconder uma televisão de 24 polegadas debaixo da saia que vestia.

Outra tática já utilizada por furtadores é a de esconder produtos em carrinhos de bebê ou até mesmo em barrigas falsas. Além disso, pode acontecer de se esconder um produto dentro do outro, ou em carrinhos de dois andares, passando produtos sem que os funcionários do caixa percebam.

A troca de etiquetas também costuma ser uma ação das mais utilizadas pelas pessoas que querem levar vantagem. Assim, o produto que era mais caro acaba ficando mais barato no momento de passar no caixa.

Por mais que isso aconteça muito com clientes, é possível que aconteça também com funcionários que utilizam de métodos muito semelhantes. Uma das formas mais comuns, neste caso, acontece na hora de reposição dos produtos. Em vez de posicionar o item na prateleira, ele é levado para uma bolsa ou roupa do próprio funcionário.


O que é possível fazer para evitar furtos em supermercados

Consequências de furtos em supermercados

Para que as lojas não tenham mais tanto prejuízo, devem aumentar a segurança e prestar bastante atenção nos pontos cegos, com vigilantes e câmeras. A atenção dos funcionários e a saída de pessoas que entram deve ser restrita e ficar atento caso estejam carregando muitas coisas.

Além disso, há a possibilidade de colocar etiquetas especiais que fazem um alarme apitar caso não tenha passado pelo caixa e a compra não tenha sido efetivada.


Alerta sobre acusações de furtos em supermercados

Diante de tudo o que você leu aqui, é preciso fazer um alerta importante: deve-se tomar muito cuidado para não acusar uma pessoa indevidamente, de forma que não cause danos morais ao fazê-la passar por algum tipo de humilhação.

Todos têm o direito de se explicar, bem como o benefício da dúvida. Por mais que sejam falhas, a lei e a justiça são os caminhos mais indicados para resolver qualquer ato criminal.

Você acabou de conferir informações sobre as consequências de furtos em supermercados. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos. E se você ficou com alguma dúvida, escreva a sua pergunta na seção de comentários.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *