Carros

Como funciona o consórcio de carros

Muitas pessoas têm dúvidas sobre as regras do consórcio de carros; para esclarecer todos os pontos, nós desenvolvemos esse artigo que explica todos os detalhes sobre essa modalidade de investimento

O carro é uma facilidade na vida de muita gente e, para muitas, é até mesmo um sonho. Entretanto, esse é um investimento que nem todos podem fazer e é nessa hora que o consórcio se torna uma solução.

Essa é uma forma bem popular de se adquirir veículos, sendo oferecida em várias financeiras e bancos, com o benefício de parcelas relativamente mais baixas.

Se você não sabe como funciona o consórcio de carros, aprenda aqui tudo o que é importante e decida se essa é a melhor forma de você comprar seu veículo.


Quais são as principais regras do consórcio de carros?

Todo o consórcio é baseado em uma coisa chamada “carta de crédito”: é como se fosse uma autorização dada pela financeira ou pelo banco para que a pessoa compre um carro com aquele preço máximo.

Durante todo o consórcio, o objetivo de participante é ser contemplado para receber essa carta de crédito.

A empresa precisa de um grupo de pessoas interessadas em determinado carro e essas pessoas pagam parcelas mensalmente.

Um sorteio é realizado a cada mês e o indivíduo sorteado recebe a carta de crédito e deve levá-la à concessionária para escolher o carro e tratar da documentação.

Suponha-se que a pessoa está participando de um consórcio de quatro anos e foi sorteada no segundo ano: ela retira o carro na concessionária, mas tem de continuar pagando até finalizar o contrato.

Caso contrário, o carro será recolhido e o nome do indivíduo será posto no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Como funciona o consórcio de carros


Quem é sorteado no consórcio de carros recebe dinheiro?

Há certa confusão a respeito do que acontece quando um participante do consórcio é sorteado: ele não costuma receber o dinheiro para fazer a compra do carro e sim um documento.

Neste, a administradora garante à concessionária que aquela pessoa foi sorteada no consórcio e que pode tratar da compra de um carro de até certo valor.

O dinheiro será entregue apenas pela administradora, ou seja, o participante não costuma receber qualquer dinheiro, inclusive para evitar que ele adquira outra coisa que não seja um veículo.


Como participar de um consórcio de carros?

Os interessados em um consórcio só precisam procurar uma financeira ou o seu banco, levando o CPF, comprovante de renda atualizado, documento pessoal e comprovante de residência atualizado.

A maioria dos bancos também coloca em seu site todo o funcionamento dos seus consórcios e até a forma de contratá-lo.

Alguns desses bancos são Bradesco, Itaú e Santander, valendo dizer que há até corretoras de seguro com esse serviço.


Como funciona a parcela do consórcio de carros

O participante do consórcio de carros paga as parcelas todos os meses e da maneira que for mais conveniente: é possível usar o débito automático, a transferência, a boca do caixa, etc.

Entretanto, é indicado ter atenção aos consórcios muito longos: anualmente, existe o risco de as parcelas subirem.

Se a montadora subir o valor do carro de R$ 35.000,00 para R$ 35.800,00, por exemplo, as parcelas mensais do consórcio também subirão. Quanto mais longo é esse consórcio, mais chances existem de reajustes.

Uma vantagem teórica é a inexistência de juros, mas ela acaba não sendo um benefício tão grande porque há a taxa de administração.

Sendo assim, o participante sempre precisa pagar uma quantia além do valor da parcela.


Existem desvantagens em participar de um consórcio de carro?

Essa pode ser a melhor forma de comprar um carro para quem está com o orçamento mais limitado e deseja pagar menos.

Todavia, o consórcio é contraindicado para quem está com pressa de ter o veículo, pois não há nenhuma perspectiva de quando essa pessoa será sorteada.

Em um consórcio de 36 meses, por exemplo, qualquer pessoa pode ser sorteada na primeira ou na última parcela.

Para amenizar essa desvantagem, a administradora permite o que é conhecido como lance: o participante se compromete a pagar um valor extra aquele mês, exatamente como em um leilão; se ninguém se comprometer com um valor mais alto naquele mês, o indivíduo recebe a carta de crédito.

No entanto, como já mencionado neste artigo, ele tem de continuar com os pagamentos das parcelas até o final.

Como funciona o consórcio de carros


Cuidados ao entrar em um consórcio de carros

Quem se interessa por consórcios de carros deve ficar atento a alguns aspectos importante:

  • É primordial escolher somente financeiras, bancos ou seguradoras reconhecidas, pois essa é a garantia de que a carta de crédito realmente será entregue e terá validade;
  • É muito melhor dar preferência a consórcios mais rápidos, porque as possibilidades de muitos ajustes de parcela são menores;
  • Se houver dificuldade para pagar a parcela do consórcio, é muito importante contatar a administradora para tentar renegociar;
  • Se não houver mais nenhuma possibilidade de pagar o consórcio, o participante pode procurar pessoas que possam ressarci-lo do que ele gastou e responsabilizar-se pelas próximas parcelas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *